Roma reza pela paz na Síria

Domingo, 6 de abril, na igreja de San Nicola da Tolentino, dom Mateus Zuppi presidirá as Vésperas no rito armênio

Roma, (Zenit.org) Redacao | 462 visitas

"Acreditamos ser ainda necessário rezar juntos pela Síria, recordando o pedido incessante do Papa Francisco e para fazer nossa a invocação que ‘dia e noite ‘ sobe ao céu de todas as vítimas daquele país ensanguentado, cuja via dolorosa parece já não ser notícia".  Com estas palavras dom Matteo Zuppi, responsável pelo Centro de cooperação missionária entre as Igrejas da Diocese de Roma, explica o objetivo deste encontro de oração, que ele presidirá na igreja de San Nicola de Tolentino no domingo, 6 de abril, às 18h30. O evento contará com a celebração das Vésperas no rito armênio e é promovido pelo Centro para a cooperação missionária entre as Igrejas, o Escritório para a Pastoral dos Migrantes do Vicariato e pela comunidade católica armênia em Roma.

Estão previstas orações pelo “dom da paz para a amada terra Síria", pela "coragem do perdão e do diálogo para as pessoas que vivem a experiência da guerra", pelo "fim das hostilidades e o regresso das pessoas deslocadas das próprias casas e dos refugiados à própria terra", em particular, pelos "cristãos armênios de Kessab", para que "eles vivam tranquilamente e em harmonia". Muitos são vítimas inocentes – disse dom Mateus Zuppi - . Por isso, vamos fazer nosso o pedido de intercessão das comunidades cristãs na Síria e para eles pediremos o fim da violência e uma solução pacífica para a crise. Vamos pedir também a libertação dos reféns, incluindo os dois bispos de Aleppo, Boulos Yaziji e Gregorios Youhanna Ibrahim, do padre Dall'Oglio e, com a antiga Igreja Armênia, do padre Michel Kayyal, um dos dois sacerdotes sequestrados há mais de um ano. Michel – explica dom Zuppi - entre outras coisas,  estudou em Roma e serviu na cantina da Comunidade de Santo Egídio, iniciando, depois de seu retorno para a Síria, um serviço para os pobres.

A celebração do domingo será animada pelo Pontifício Colégio Armênio, pelo Pontifício Colégio Germânico -Húngaro, Colégio Maronita Mariamita Beata Virgem Maria , Colégio Antoniano Maronita de Sant Isaia, Comunidade Melquita de Santa Maria em Cosmedin, Comunidade Siria Antioquiana Campo Marzio e pelo coro paroquial de São Marcos Evangelista ao Capitólio.

(Trad.:MEM)