Sacerdote católico é assassinado no Quênia

Era o irmão do arcebispo de Kisumu

| 1424 visitas

NAIRÓBI, sexta-feira, 7 de outubro de 2011 (ZENIT.org) – Outro sacerdote católico foi assassinado, desta vez em Nairóbi, capital do Quênia.

A vítima é o Pe. James Awuor Kisero, irmão do arcebispo da cidade queniana de Kisumu, Dom Zacchaeus Okoth.

O Pe. James, segundo informa Fides, foi agredido na segunda-feira à noite por quatro homens e assassinado em um bairro pobre de Nairóbi. Havia voltado ao Quênia há poucos dias, após um período de estudos na Itália.

O sacerdote foi ferido no peito com uma arma afiada. Transportado imediatamente à clínica de Kayole, faleceu enquanto era levado ao Kenyatta National Hospital, onde os médicos da clínica haviam aconselhado interná-lo.

O Pe. Paolino Twesigye, missionário comboniano pároco na região, referiu a MISNA que “o Pe. James Awuor Kisero foi agredido na noite da segunda-feira, enquanto estava indo visitar um parente”.

A polícia começou as investigações, mas, segundo várias fontes de MISNA, é provável que o sacerdote tenha sido assassinado nas proximidades do lixeiro de Dandora, durante uma tentativa de assalto.

“Ele acabava de voltar da Itália, após ter obtido um diploma na Universidade Gregoriana, e talvez não estivesse acostumado ainda com os riscos e a violência dos bairros baixos”, comentou o Pe. Twesigye.

O funeral do Pe. James será realizado amanhã, sábado.