Sacerdote francês, novo mestre da Ordem dos Dominicanos

Padre Bruno Cadoré, reconhecido especialista em Bioética

| 1038 visitas

ROMA, segunda-feira, 6 de setembro de 2010 (ZENIT.org) — O sacerdote francês Bruno Cadoré foi eleito mestre da Ordem dos Pregadores (dominicanos) nesse domingo, no capítulo geral que se inaugurou no dia 31 de agosto passado. Ele se converte no sucessor número 86 de São Domingos de Gusmão.

Bruno Cadoré, nascido em 1954 (sua mãe era francesa e seu pai da ilha de Martinica), antes de ingressar na Ordem, era um prestigioso médico pesquisador em Estrasburgo, tendo apresentado uma tese sobre leucemia em 1979. Atuou na prática médica no Haiti, experiência que marcaria de maneira decisiva sua vida.

Especializado em ética biomética, foi diretor do Centro de Ética Médica do Instituto Católico de Lille, na França, antes de ser eleito prior provincial da província dominicana da França, em 2001. Durante sua atividade no Instituto Católico de Lille, assinou 40 publicações médicas.

Ordenado sacerdote em 1986, licenciou-se em teologia moral em 1992. Desde 2008, é membro do Conselho Nacional francês para a AIDS (SIDA).

Foi presidente da IEOP (Conferência de Provinciais da Europa), o que o permitiu ter um conhecimento direto não só da província da França e da Ordem na Europa, mas também dos cinco vicariatos da província, desde o norte da Europa à África equatorial e o mundo árabe (Iraque, Egito e Argélia).

O padre Cadoré, que substitui o sacerdote argentino Carlos Azpiroz Costa, eleito a 14 de julho de 2001, é superior de mais de 6.000 dominicanos.