Salesianos distribuem ajuda no Sri Lanka

Entre os refugiados de Chettikulah

| 950 visitas

COLOMBO, segunda-feira, 15 de junho de 2009 (ZENIT.org).- Os salesianos do Sri Lanka doaram e distribuíram aos refugiados do campo «Zone 4», de Quettikulam, que surge ao norte do país, a 20 km de Vanni, socorros no valor de 31 mil euros, informa a agência salesiana ANS.

A região, conhecida como «Manik Farm», onde se criaram cinco campos de refugiados e onde vivem os sobreviventes da guerra entre o exército e os ‘tigres’ tâmeis, é considerada pela ONU a maior área de refugiados do mundo.

Intermediário para a ação salesiana foi o vice-ministro da Aviação, sen. Sarath Gunarathna, que no dia 29 de maio visitou os campos onde estão reunidos os perto de 250.000 refugiados. O pe. Anthony Pinto Humer, Superior da Visitadoria salesiana do Sri Lanka, estava entre os membros da expedição.

«Os salesianos podem ajudar o Exército e o governo a melhorar a vida dos refugiados, mediante o socorro imediato, o auxílio sanitário, o alimento, o apoio psicológico às crianças do orfanato que está em construção na Zona 4» – afirmou o general de brigada Lakshman Perera, que derige os campos dos refugiados.

Os salesianos do Sri Lanka estão empenhados em montar um ambulatório móvel com dois pediatras, três médicos e cinco enfermeiros.

«Procuraremos também ajudar os jovens presentes nos campos dando-lhes as bases para uma educação profissional, ajudando-os a tornar-se cidadãos ativos, responsáveis pelo futuro e respeitosos da lei, a fim de que possam contribuir na construção do país» - afirmou George Panicker, responsável pelo projeto salesiano CEO.