Santa Sé propõe a muçulmanos colaboração pela dignidade da família

Mensagem enviada pelo Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso

| 937 visitas

CIDADE DO VATICANO, sexta-feira, 19 de setembro de 2008 (ZENIT.org).- A Santa Sé enviou uma mensagem por ocasião do Ramadã, na qual propõe a cristãos e muçulmanos que colaborem a favor da dignidade da família, o lugar onde se aprende o respeito aos demais.

A carta, assinada pelo cardeal Jean-Louis Tauran e pelo arcebispo Pier Luigi Celata, respectivamente presidente e secretário do Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-Religioso, publicada nesta sexta-feira, foi escrita na conclusão do Ramadã.

A mensagem, que tem como tema «Cristãos e muçulmanos: juntos pela dignidade da família», propõe aos muçulmanos do mundo: «conhecer melhor», «ajudar a conhecer nossos valores comuns e nossas diferenças», em particular sobre a família.

Recordando os ensinamentos do Concílio Vaticano II, os signatários afirmam que «o bem-estar da pessoa e da sociedade humana e cristã encontra-se estreitamente ligado à prosperidade da comunidade conjugal e familiar».

«Quantos são os que carregam, por vezes durante toda a vida, o peso das feridas de uma situação familiar difícil ou dramática? Quantos são aqueles e aquelas que sucumbem no abismo da droga ou da violência?», perguntam o cardeal e o arcebispo.

«Cristãos e muçulmanos podem e devem trabalhar conjuntamente na salvaguarda da dignidade da família, hoje e amanhã», asseguram.

Cristãos e muçulmanos devem «ajudar as famílias em dificuldade, mas também para colaborar com todos os que se esforçam por promover a estabilidade da instituição familiar e o exercício da responsabilidade parental, particularmente no campo da educação».

De fato, recordam, «família é a primeira escola em que se aprende o respeito pelo outro, na sua identidade e na sua diferença. O diálogo inter-religioso e a cidadania só tendem a se beneficiar com isso».