Santo Elias, o Doutor de Israel

Entrevista com o Dr. Rafael Vitola Brodbek, autor do livro

Brasília, (Zenit.org) Thácio Siqueira | 1391 visitas

Zenit entrevistou hoje o autor de um livro que foi publicado recentemente no Brasil “Santo Elias, o Doutor de Israel”, escrito pelo Dr. Rafael Vitola Brodbeck. Livro pequeno, com poucas páginas, mas que trata da vida de um dos grandes personagens do Antigo Testamento, trazendo-o para os nossos dias.

O Dr. Rafael Vitola Brodbeck, 34 anos, é delegado de Polícia no Rio Grande do Sul. É casado com a advogada Aline Rocha Taddei Brodbeck, e com ela é pai da Maria Antônia (dois anos) e do Bento (três meses). O Dr. Brodbeck é autor dos livros jurídicos "Inquérito policial. Instrumento de Defesa e Garantia dos Direitos Fundamentais da Pessoa Humana" (Ed. Núria Fabris, 2011), "Lei de Drogas Anotada" (Ed. Verbo Jurídico, a ser lançado em 2012). Após muitos artigos e estudos publicados, desde os anos 90, sobre temas teológicos, canônicos, litúrgicos, apologéticos, e ter feito parte da equipe de escritores e debatedores do site Veritatis Splendor - www.veritatis.com.br, o Dr. Brodbeck lançou seu primeiro livro religioso, sobre a vida do profeta Elias.

O Dr. Rafael Brodbeck é também diretor do Salvem a Liturgia - www.salvemaliturgia.com e desde 1998 é membro do Movimento Regnum Christi, ligado aos Legionários de Cristo.

Por que um livro sobre o Santo Elias? O que foi que levou o senhor a fazer esse estudo?

Dr. Rafael Brodbeck: Sempre fui devoto dos santos carmelitanos. Frequentei, por anos, as Missas no Carmelo de Pelotas. Santo Elias, o profeta do Antigo Testamento que é considerado o inspirador da Ordem Carmelita, é, pois, uma grande figura a admirar.

Por outro lado, sua vida se me apresenta fascinante.

 Na sua opinião, qual é a virtude principal que o Santo Elias propõe para os cristãos?

Dr. Rafael Brodbeck: Difícil apresentar uma virtude apenas do profeta. A dependência de Deus, a inabalável fé no Senhor mesmo quando todos os demais se entregavam aos falsos deuses, e a coragem de pregar a verdade, custe o que custar, são virtudes que fazem falta nos dias de hoje.

Não nos esqueçamos, ademais, que Santo Elias, é o iniciador do caminho monástico e sua "escola de profetas" em Israel é considerada o protótipo dos monastérios.

Elias é também um modelo de devoção mariana: a ele, como se vê no meu livro, foi dado predizer o grande privilégio da Imaculada Conceição da Mãe do Salvador que viria muitos anos depois de seu ministério profético.

O prefácio do seu livro foi escrito por Dom Athanasius Shneider, bispo auxiliar de Karanda, Cazaquistão. Por que um prefácio de um bispo de tão longe da nossa cultura brasileira?

Dr. Rafael Brodbeck: D. Athanasius é Bispo no Cazaquistão e, na época em que escreveu o prefácio, era auxiliar de Karaganda. Hoje é auxiliar de outra circunscrição eclesiástica, também naquele país, a Arquidiocese de Maria Santíssima in Astana.

Todavia, Sua Excelência não é "de tão longe de nossa cultura": ele morou no Brasil! É padre religioso da Ordem de Santa Cruz, e viveu como membro desse instituto religioso no seu convento em Anápolis, Goiás. Aliás, o então Bispo de Anápolis, D. Manuel Pestana Filho, é que o ordenou sacerdote em 1990. O Pe. Athanasius, ORC, dava aulas no instituto teológico de sua Ordem em Goiás. Quando foi sagrado Bispo e designado ao Cazaquistão, continuou mantendo contato com os brasileiros e eventualmente ministrava cursos por aqui.

Minha amizade com ele se dá por conta de seu apoio ao nosso apostolado em defesa da liturgia bem celebrada e conforme as rubricas, o Salvem a Liturgia - www.salvemaliturgia.com

Um outro Bispo, desta vez até mesmo nascido no Brasil, também dá sua recomendação por escrito à obra e ela consta no livro. Trata-se de D. Fernando Arêas Rifan, da Administração Apostólica São João Maria Vianney, dedicada à promoção do rito romano antigo ou tradicional, também conhecido por "forma extraordinária do rito romano".

 O que o leitor pode encontrar no seu livro?

Dr. Rafael Brodbeck: Um relato simples, suscinto, direto, mas bastante profundo da vida de um santo com o qual não estamos acostumados a nos deparar: um profeta do Antigo Testamento, alguém que se santificou na época em que o povo judaico ansiava pelo Messias. E também dicas para transformar a admiração por Elias, que pode nascer da leitura do livro (ou se já a temos por acompanhar a narrativa bíblica) em algo bem concreto e prático para a nossa vida cristã.

O livro pode ser comprado diretamente pelo site www.ecclesiae.com.br , e em livrarias católicas e seculares do Brasil, como a Livraria Cultura, nos diversos shoppings centers espalhados pelo país, como no seu site de internet.