Santo Padre chega à Áustria para dizer que «temos necessidade de Cristo»

| 920 visitas

VIENA, sexta-feira, 7 de setembro de 2007 (ZENIT.org).- No vôo de Roma a Viena, Bento XVI explicou que, com esta sua sétima viagem internacional, cujo destino é a Áustria, quer dizer que «temos necessidade de Cristo».



No tradicional encontro com os jornalistas a bordo do vôo papal, o Papa confessou os motivos que lhe impulsionaram a visitar este país que considera como uma segunda pátria.

«Vou à Áustria para confirmar as pessoas na fé, pois hoje temos necessidade de Deus e uma vida sem Deus não tem orientação», sublinhou.

«O relativismo relativiza tudo, o bem e o mal já não se distinguem – reconheceu. Tenho de dizer que temos necessidade de Cristo».

Bento XVI quis esclarecer que sua viagem não é política, mas uma peregrinação que busca confirmar os austríacos «na consciência de suas raízes cristãs».

Consultado sobre as dificuldades vividas pela Igreja na Áustria nos últimos tempos, em parte por causa de escândalos de alguns membros do clero, o Papa deu graças a «todos os que sofreram e que em tempos difíceis permaneceram fiéis à Igreja e reconheceram o rosto de Cristo».

«Obrigado a todos eles, leigos e religiosos», declarou.