"Santo Padre, reze por nós"

Universitária Rosa Miscini discursa para o papa nas primeiras vésperas do primeiro domingo do advento

| 609 visitas

VATICANO, segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 (ZENIT.org) – Reproduzimos abaixo o discurso dirigido neste sábado ao papa Bento XVI por Rosa Miscini, estudante da Faculdade de Direito da Universidade de Roma Tre, durante a peregrinação universitária até o túmulo de São Pedro.

***

Santo Padre,

Com grande honra e emoção eu me dirijo a Vossa Santidade em nome dos estudantes das diversas universidades de Roma, em particular da Universidade Roma Tre, da qual faço parte como estudante e como membro da capelania de jurisprudência, que se reúne na Basílica de São Paulo Extramuros.

Este, para nós, é um dia muito importante, um evento que, sem dúvida, permanecerá em nossos corações. Vossa Santidade nos acompanha, nos guia em nosso caminho e nos faz compreender que Jesus está conosco todos os dias.

O encontro de Natal com Vossa Santidade, Santo Padre, se reveste neste ano do maior significado. Devolvemos hoje este magnífico ícone de Maria, Sede da Sabedoria, que percorreu as universidades de Roma durante este ano e nos foi confiado por ocasião da X Peregrinação dos Universitários a Assis, no último dia 10 de novembro.

Nós a guardamos com devoção filial durante três semanas, voltando a ela as nossas preces e confiando-nos a ela com humildade e com amor. Estamos honrados, hoje, de entregá-la às mãos dos estudantes universitários de Belo Horizonte, cidade que, em julho próximo, receberá o Encontro Mundial dos Universitários, seguido da XXVIII Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro. Santidade, a sua mensagem "Sede sempre alegres no Senhor" (Fl 4,4) será um valioso guia para estes compromissos.

Santidade, o Ano da Fé representa uma oportunidade propícia para nós, universitários, de redescoberta da fé como um dom a cultivar e a testemunhar em nossa realidade cotidiana, para que Deus conceda a cada um de nós a alegria do encontro com Jesus ressuscitado. Nestes vinte anos de atividade em todas as universidades públicas e privadas, foi estabelecida uma capela que se transformou em ponto de referência para todos os alunos, mas também para professores e colaboradores universitários; uma instituição providencial em nossa vida de alunos, tantas vezes apanhados por ansiedades, medos, dificuldades e inseguranças. Mas a consciência de ter um lugar de encontro e de comunhão na capelania nos deixa mais serenos e menos sozinhos.

A amizade que nos une é um grande presente, porque a combinamos com a nossa fé e, assim, tornamos o nosso testemunho mais forte e mais real. Juntos, nós não temos medo: nós escancaramos as portas para Cristo!

Santidade, um grande obrigado. Com grande devoção, pedimos suas orações por nós; por todos os jovens italianos, que hoje não conseguem e não podem imaginar um futuro concreto; pelo nosso belíssimo país, que vive um momento de imensa dificuldade.

Por nossa vez, contemplando o ícone de Maria durante este Ano da Fé, nos voltaremos a ela, figura da Igreja, amando-a filialmente e elevando-a, em nossas vidas, a exemplo altíssimo de pureza e de virtude. Obrigada!

(Trad.ZENIT)