Santuário filipino será paróquia dedicada a João Paulo II

Ex-campo de refugiados foi cenário de uma missa papal

| 703 visitas

MANILA, domingo, 8 de maio de 2011 (ZENIT.org) - Um local nas Filipinas visitado por João Paulo II tornou-se santuário e em breve deve se converter em paróquia.

O Santuário comemorativo do Beato João Paulo II foi inaugurado nessa segunda-feira. A estrutura é propriedade do governo filipino e está situada no mesmo lugar em que o papa celebrou uma missa no dia 21 de fevereiro de 1981.

O povo pede que o santuário converta-se em paróquia, projeto que o bispo local, Dom Ruperto Santos, está disposto a aceitar. A propriedade deve ser doada para a diocese.

“A área deve ser propriedade da diocese”, ele enfatizou a ‘CBCPNews’. Explicou que ali se criaria uma capelania e depois uma paróquia do Beato João Paulo II. O Santuário Comemorativo está sob a jurisdição da paróquia de Nossa Senhora do Pilar, em Morong Town.

Está situado no antigo ‘Philippine Refugee Camp Processing Center’, agora ‘Bataan Technology Park, Inc’ (BTPI). O campo constituiu a etapa final para os refugiados indochineses que tentavam ingressar de forma permanente em outras nações.

O diretor executivo da estrutura, o ex-almirante Amado Sanglay, declarou que não crê que haja problemas no pedido lançado pelos bispos.

“Seguramente o conselho de administração do BTPI entenderá essa condição. Não vejo nenhuma dificuldade”, disse.

O campo funcionou como alojamento temporário para quase 400.000 refugiados vietnamitas, laosianos e cambojanos.

O Santuário Comemorativo encontra-se no lugar onde João Paulo II celebrou uma missa com os refugiados.

O altar é uma réplica do palco papal, com uma imagem do pontífice de tamanho real, sobre uma barca com uma família de refugiados. Ao Santuário também se incorporam outros elementos da visita papal, como a parte frontal do altar e as mesas do palco.