Santuários de Portugal criam rede

Associação terá página na internet e fortalecerá trabalho pastoral

| 1032 visitas

Por Alexandre Ribeiro

 

FÁTIMA, terça-feira, 15 de janeiro de 2008 (ZENIT.org).- A reflexão sobre a pastoral dos santuários em Portugal e a sua relação com a vivência da fé na Igreja pautou os trabalhos do encontro de reitores que encerrou hoje em Fátima.

O evento, que concluiu ao meio-dia com a celebração da Eucaristia, na Capelinha das Aparições, reuniu responsáveis de 29 santuários de doze dioceses portuguesas, segundo informa o departamento de imprensa do Santuário.

Dom António Vitalino Dantas, presidente da Comissão Episcopal Mobilidade Humana, destacou que os reitores devem manter sintonia e ajudar o povo a não cometer equívocos.

«Os santuários são hoje em dia lugares da pastoral da Igreja em Portugal e no mundo e, portanto, é bom que os reitores se sintonizem um pouco, que façam estes encontros periódicos.»

«Há coisas muito importantes na devoção popular, mas também há coisas que podem desviar as pessoas. É de primeira importância este encontro», comentou com a Sala de Imprensa do Santuário.

O bispo afirmou que deve haver uma ação pastoral que integre a vivência da peregrinação e da participação paroquial.

«As pessoas espontaneamente gostam de ir aos santuários. Acho que as paróquias e os bispos devem ir, devem acompanhar as pessoas nessa sua peregrinação, mas, depois, ao longo do ano, devem-nas também ajudar a inserir-se na sua paróquia», disse.

Segundo Dom António Vitalino, é no seu local de trabalho e de residência que as pessoas devem também viver a sua fé, pois esta não algo que se vive apenas numa peregrinação.

«A ligação ‘santuário e local de residência e comunidades paroquiais’ é muito importante», destaca o bispo.

Dom António destacou ainda que o trabalho desenvolvido pelos santuários pode ser auxiliado tanto pela Comissão Episcopal de Mobilidade Humana como pela de Liturgia.

«São dois aspectos que se complementam [celebração da liturgia e peregrinação]. O importante é que esses dois aspectos sejam coordenados e que ajudemos as pessoas a encontrar-se com o centro e o cerne da sua fé», disse o bispo.

Entre as conclusões do Encontro, reconhece-se que a pastoral dos santuários tem uma importância cada vez maior na fé das pessoas e na vida da Igreja.

Os reitores e responsáveis de santuários acreditam que, com a criação de uma rede, os santuários de Portugal poderão servir melhor os fiéis e a própria Igreja. 

Para a constituição desta rede, os reitores acordaram a criação da Associação de Santuários de Portugal. Decidiram também lançar uma página oficial da Associação na internet.

Nesta página, cada santuário, apresentará os principais aspectos que o identificam: o local geográfico onde se encontra, a sua história e espiritualidade, fotografias e festas principais.

A terceira edição do Encontro dos Santuários de Portugal ficou agendada para 12 e 13 de janeiro de 2009, no Santuário de Fátima, sob o tema «O Santuário como lugar de celebrações cultuais».