São Hugo

Hugo foi um exemplo de amorosa obediência à vontade de Deus, trilhando assim um caminho de santidade que conquistou a muitos.

Horizonte, (Zenit.org) Fabiano Farias de Medeiros | 284 visitas

Hugo nasceu no ano de 1053, na cidade de Castelnovo de Isére na França. Proveniente de uma família nobre, Hugo foi desde cedo educado por sua mãe na doutrina cristã vivenciando as virtudes e preceitos próprios de sua fé. Seu pai, Odilon, logo faleceu recebenso das mãos de sua mãe e filho os últimos sacramentos.

Hugo concluiu seus estudos em Valência e em Reims onde foi aluno de São Bruno demonstrando imensa aptidão para a teologia. Aos vinte e sete anos foi indicado para fazer parte do cânone da cidade de Valence.

Em 1080, foi convidado a participar do Concílio de Avignon e lá foi convidado a assumir o cargo de Bispo pois havia diversos conflitos relacionados a simonia e reconheceram no jovem Hugo as qualidades para enfrentar tais desafios. Após excessiva tentativa de se esquivar do chamado foi consagrado bispo da diocese de Grenoble pelo Papa Gregório VII. Hugo então retornou à diocese para o qual foi designado e lá encontrou um deplorável estado de imoralidade vivido dentro do próprio clero, a venda de bens da Igreja e outros tantos desafios que mesmo diante do exaustivo esforço moral e espiritual do bispo Hugo para reverter tal situação, pouca coisa se concretiza e a desordem continua e este fato leva Hugo a renunciar ao cargo e ausentar-se para a abadia de Maison-Dieu em Clermon e ali dedicar-se a vida monástica segundo a ordem de São Bento.

Passaram-se dois anos e o Papa convou Hugo para retomar novamente seu ministério. Hugo relutou mais uma vez mas cedeu ao pedido e empreendeu novamente grande esforços, desta vez colhendo grande êxito. Sua comunidade foi completamente renovada inclusive o clero, os conflitos dissipados e sua autoridade reconhecida em toda a Grenoble. Contribuiu para a fundação da Ordem dos cartuxos juntamente com São Bruno que havia sido seu professor.

Hugo solicitou ainda várias vezes seu afastamento mas quis a providência divina mantê-lo firme no apostolado até o dia de sua morte que ocorreu no dia 1 de abril de 1132. Hugo tinha 88 anos de idade e anos após sua morte foi canonizado pelo Papa Inocêncio II.