São João Eudes

São João Eudes testemunhou a beleza da devoção e entrega a Deus em favor do clero e do povo de Deus.

Horizonte, (Zenit.org) Fabiano Farias de Medeiros | 416 visitas

“Nada desejo pessoalmente, mas se Deus me exigisse expressar meu querer, escolheria seguir vivendo indefinidamente para ajudar a salvar as almas”, assim bradava o coração de João Eudes que nasceu na Vila Ri em Argentan ao norte da França no dia 14 de novembro de 1601. Seus pais, Isaac e Marta, eram normandos e cristãos autênticos. João Eudes era o primogênito dos sete filhos do casal que proporcionaram a ele uma infância centrada nos valores e princípios humanos e cristãos. João estudou no colégio jesuíta de Real de Dumont. Desde criança alimentava profunda devoção a Nossa Senhora e consagrou-se a Virgem.

Sentia pulsar no coração o desejo pela vida sacerdotal e ingressou no ano de 1623 na Congregação do Oratório do Cardeal Pedro de Bérulle. Ordenou-se dois anos depois e dedicou-se a pregação, e ao cuidado e zelo com os pobres e doentes. Percorreu várias cidades da França e no ano de 1627 a região foi devastada pela “peste” e o jovem sacerdote acolheu e cuidou de inúmeras famílias acometidas deste mal. Com receio de que seus companheiros viessem a contrair a peste, dormia em um barril do lado de fora.

Percebia crescer cada vez mais a desigualdade social e o abandono da fé, sobretudo com a incursão das heresias do jansenismo e quietismo. Seu coração, inflamado de amor, inquietava-se. Fundou a Congregação de Jesus e Maria no ano de 1643 com a finalidade de atuar na formação dos sacerdotes e na difusão do Evangelho através destes. João Eudes assim formava os sacerdotes: “Entregai-vos a Cristo, para entrardes na imensidade do seu grande Coração, que contém o Coração da sua Santa Mãe e de todos os Santos, e para vos perderdes neste abismo de amor, caridade, misericórdia, humildade, pureza, paciência, submissão e santidade”.

Fundou também a Congregação Nossa Senhora da Caridade do Refúgio, para jovens e crianças e dedicou-se às santas missões populares. Foi precursor na difusão da devoção aos Sagrados Corações de Jesus em 1648 e Maria em 1672. João Eudes faleceu no dia 19 de agosto de 1680 em Caen na França. Foi canonizado pelo Papa Pio XII no ano de 1925.