São João Paulo II, padroeiro da Polônia?

De acordo com uma pesquisa realizada pelo semanário católico "Niedzela", 83% dos poloneses têm esse desejo

Cracóvia, (Zenit.org) Don Mariusz Frukacz | 690 visitas

Nos dias seguintes à canonização de João Paulo II, o semanário católico mais popular na Polônia, Niedzela, com sede em Czestochowa, publicou em seu site (www.niedziela.pl ) uma pesquisa em que perguntou aos seus leitores se, na sua opinião, o novo Papa santo deveria ser elevado a Padroeiro da Polônia ao lado de figuras como santo Estanislau e São Adalberto.

De acordo com os resultados, o 83% dos leitores da revista querem que João Paulo II torne-se o santo padroeiro da Polônia. O 12% mostrou-se contrário e somente 5% não expressaram a sua opinião sobre o assunto.

O semanário católico Niedzela voltou à ser impresso no início do pontificado de João Paulo II, após 28 anos de encerramento obrigatório imposto pelo regime comunista. Durante todo o Grande pontificado de Karol Wojtyla, o semanário desempenhou uma grande função de serviço. Um sinal dessa ligação são as muitas entrevistas privadas que o Papa João Paulo II concedeu aos jornalistas de Niedzela.

Durante a audiência geral de 1° de Outubro de 2003, João Paulo II dirigiu uma saudação especial ao grupo de jornalistas de Niedziela presentes: "Dirijo uma cordial saudação aos peregrinos de língua polaca. De modo especial saúdo a redação do semanário Niedziela. Agradeço-vos pelo serviço da palavra e confio os vossos criativos esforços à Rainha de Jasna Góra para que lhes alcance muitas graças e boas inspirações”, disse João Paulo II.

(Trad.TS)