São Pedro, o primeiro de 264 Papas

Quais são as qualidades humanas do apóstolo, que convenceram Jesus a torná-lo o primeiro Papa?

Roma, (Zenit.org) Piero Gheddo | 392 visitas

São Pedro, o apóstolo que Jesus escolheu como seu sucessor na liderança da comunidade de seus discípulos. Quais são as qualidades humanas de Pedro, que convenceram Jesus a torná-lo o primeiro Papa? Pedro era chefe de uma companhia de pesca, um homem autentico, honesto e transparente, de bondade natural, prudência e coragem, com experiência de vida.

1) A principal característica de sua vida é o amor apaixonado por Cristo e a fé Nele. Significativa a tríplice questão de Jesus: "Pedro, tu me amas mais do que estes?". E sua resposta: "Senhor, tu sabes tudo. Tu sabes o quanto eu te amo. "Não era uma fé intelectual, alimentada por estudos, mas um amor total à pessoa de Cristo. "E vós, quem dizeis que eu sou?". Pedro foi o primeiro a dar a resposta correta: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo". O cristianismo é essencialmente a fé e o amor apaixonado por Jesus Cristo, que significa imitá-lo e fazê-lo conhecido. “Quereis vós também retirar-vos?” Pedro respondeu: “Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.

A fé e o amor a Cristo mostra a Pedro todas as suas limitações e pecados. Escuta do Mestre: "Para trás de mim, Satanás! Você não pensa como Deus, mas como os homens”. Na noite de Sexta-feira Santa trai Jesus: "Não conheço este homem". E quando Jesus estava em agonia na Cruz, Pedro não aparece, ele foge. Tudo isso desencorajaria Pedro, o tornaria pessimista, o afastaria de Cristo”.

Em vez disso, como verdadeiro homem, ele foi humilde e reconheceu o seu pecado, chorando amargamente, acredita que o amor de Cristo purifica, redime, renova. A consciência de seu pecado não diminui, mas aumenta seu amor apaixonado por Cristo. Se eu me sinto triste pelo meu pecado é porque não sou humilde. "Deus perdoa sempre, nós que nos cansamos ​​de pedir perdão.”

Eis o exemplo mais pungente de Pedro. Descobrir-se homem e pecador (“Senhor, afasta-Te de mim – diz a Jesus-  que sou um homem pecador"). Isso não o abate, ele sabe que o amor a Cristo vence tudo e retoma o seu caminho com novo vigor.

Jesus ama as pessoas autênticas e Pedro era assim. Retorna sob seus passos e no Cenáculo está com Maria e os outros Apóstolos para receber o Espírito Santo. Então, se enche de coragem e ao Sinédrio, que o proibiu de falar sobre Cristo responde: “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens”. Lança o desafio e está disposto a receber uma boa dose de chicotadas, a ser preso e, no final da vida a morrer crucificado como seu Mestre, mesmo com a cabeça para baixo.

2) Pedro foi o primeiro Papa e representa a sucessão interminável de 265 Papas que nos unem a Cristo. Jesus deixou uma mensagem a ser transmitida ao longo dos séculos e criou a comunidade de fiéis, a Igreja, com um líder, o Papa. Um homem como todos os outros, fraco e pecador, mas que tem a assistência do Espírito Santo para preservar fé e transmiti-la através de bispos e sacerdotes pelos séculos dos séculos.

Jesus dá a Pedro as chaves do reino (Mateus 16, 18-19), a tarefa de confirmar os irmãos na fé (cf. Lc 22, 32), a missão de apascentar o rebanho de Cristo (Jo 21, 15-19). E então, antes de subir ao Céu, prometeu o Espírito Santo: "Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora. Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir."(Jo 16, 7-15).

Em dois mil anos, a Igreja Católica, com o auxílio do Espírito Santo, mudou muitas vezes, mas sempre na fidelidade ao Evangelho. O Papa continua a liderar a Igreja e especialmente nos últimos tempos adquiriu um poder de persuasão e de comoção como nenhuma outra autoridade no mundo.

Como é bela a nossa fé! Na confusão de ideias propostas em nosso tempo, temos conosco o Vigário de Cristo, o representante de Jesus na terra. Ele não está sozinho, mas age em comunhão com cerca de 4.500 Bispos da Igreja Católica e tem o auxílio do Espírito Santo.

Dom Aristide Pirovano (1915-1997), fundador da diocese de Macapá na Amazônia brasileira (1946-1965) e Superior Geral do PIME (1965-1977), em tempos de relativismo e divisões na Igreja, falando e escrevendo aos missionários se refere ao Papa, muitas vezes, dizendo: "Minha linha é estar sempre com o Papa". Aos que partiam em missão disse (22 de setembro 1968):

"Queridos irmãos, apenas no Papa e com o Papa se realiza a união com Cristo, pela qual Jesus rezou no Cenáculo: “E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela tua palavra hão de crer em mim; Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste." (Jo 17, 20-23)." Assim, nós também estaremos unidos.

3) Hoje, o Senhor enviou-nos um Papa que está estabelecendo as bases para levar a Igreja para mais perto de Cristo e cada vez mais a serviço do povo de Deus. O Papa João XXIII convocou o Concílio Vaticano II, Papa Francisco está a consultar os bispos e as comunidades cristãs para mostrar a conversão da Igreja, ou seja, de todos nós, começando com os bispos, sacerdotes e pessoas consagradas.

Francisco é o primeiro Papa das missões e leva para nossas igrejas antigas o entusiasmo da fé e da cooperação na ação evangelizadora da Igreja, que o Espírito suscitou na jovem comunidade fundada por missionários.

Não é fácil entender e seguir o Papa, o melhor método é ler e meditar rezando com sua Carta Apostólica. "Evangelii Gaudium", A Alegria do Evangelho, escrito como Francisco fala, espontaneamente, portanto, facilmente compreensível e muito legível, concreta, prática, provocativa. Precisamos compreender, amar o Papa, rezar por ele e pedir ao Espírito Santo para acender em nós o "fogo de Pentecostes", que pode inflamar o mundo e trazer as pessoas para o rebanho de Cristo e a humanidade em um caminho para o Reino de Deus.

(Artigo retirado do blog "ARMAGHEDDO." Atualidade do pinto de vista do Pe. Piero Gheddo, missionário- jornalista. Site oficial: http://www.gheddopiero.it/)

(Trad.:MEM)