São Ranieri de Pisa

São Ranieri testemunhou que Deus não nos alcança como queremos e sim como precisamos. Seu sim foi convicto e definitivo diante do chamado de Deus.

Horizonte, (Zenit.org) Fabiano Farias de Medeiros | 343 visitas

Ranieri Scacceri nasceu no ano 1118 na cidade de Pisa na Itália. Era o único filho do casal Gandulfo Scacceri e Emengarda Buzzaccherini, nobres e ricos comerciantes da cidade. Desde cedo confiaram a educação do garoto ao Bispo Dom Henry da cidade de Zinzica. A intenção dos pais era proporcionar sólida formação religiosa e humana ao garoto em vista dos negócios da família. Mas Ranieri inclinou-se para a música e o canto, abandonando o roteiro de estudos e entregando-se a uma vida de futilidades e diversões. Ficou conhecido em Pisa por este comportamento dissoluto.

Aos 19 anos, a providência divina lhe proporcionou um encontro com o eremita Alberto que veio da Córsega para se instalar no mosteiro de São Vito em Pisa. Influenciado pelo monge, Ranieri abraçou a fé e os princípios cristãos, vindo a ingressar no mosteiro como leigo. Aos 23 anos de idade, decidiu abraçar a vida monástica em sua totalidade, doando todos os seus bens aos pobres e buscando imitar fielmente à Cristo. Partiu em peregrinação rumo à Terra Santa onde permaneceu por quatorze anos dedicando-se à evangelização, catequese e atendimento aos pobres.

No ano de 1154, Ranieri retornou á sua cidade natal e instalou-se no Mosteiro de São Vito. Era solicitado por todos da cidade que buscavam aconselhamento, oração e direção espiritual. Faleceu no dia 17 de junho de 1161. Foi canonizado pelo Papa Alexandre III.