Sentinelas da Manhã na Espanha: o sucesso continua

Uma ideia vencedora: colocar no centro as pessoas, não as atividades

Roma, (Zenit.org) Paola Frittoli | 919 visitas

Depois do sucesso do primeiro Congresso Nacional da Pastoral Juvenil Ibérica, o pe. Andrea Brugnoli e as Sentinelas da Manhã voltaram à Espanha para um novo e importante evento.

Foram realizadas em Toledo, de 11 a 13 de janeiro, as "Jornadas da Pastoral", com o título emblemático de "Chamados a evangelizar”. O primaz da Espanha e arcebispo de Toledo, dom Braulio Rodríguez Plaza, convidou para o evento também o pe. Brugnoli, depois de ouvi-lo contar suas experiências e sua proposta de primeiro anúncio e de nova evangelização em Valência, em novembro passado.

As Sentinelas, projeto que nasceu na Itália 15 anos atrás, estão inflamando muitas dioceses espanholas ansiosas por atravessar a tormenta secularista dos últimos anos e chegar a um novo despertar da fé. A proposta das Sentinelas é formar um novo tipo de cristãos (justamente os "sentinelas"), caracterizados por um estilo atraente e capaz de abordar as pessoas afastadas da fé, nas suas comunidades, de forma inovadora.

O sucesso é evidenciado pela participação massiva de jovens que participam todo mês, em Barcelona, de "Uma Luz na Noite", evento de evangelização e de primeiro anúncio, organizado pelas Sentinelas da Manhã, durante o qual os próprios jovens evangelizam outros jovens.

"Nós temos um plano”, diz Brugnoli, fundador do projeto. “E o realizamos através do método escolhido por Deus: através das pessoas. Cada sentinela é único para alguém, é um homem ligado ao próprio chamado a ajudar outros jovens a se tornarem únicos. A novidade que trazemos são as pessoas, não as atividades".