Si­mbolos da JMJ percorrem Diocese de Nova Iguaçu

Responsável pelo Setor Juventude mostra a alegria que a Diocese vive nesses dias

Rio de Janeiro, (Zenit.org) | 386 visitas

“Nunca vi a juventude tão empenhada, tão feliz. Tantas “juventudes” envolvidas, os mais diversos tipos e estilos de juventude juntos, envolvidos na passagem dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude. Todo lugar por onde passamos uma multidão sempre nos esperava. Nossos corações transbordam de alegria em ver o brilho e a fé de cada jovem em receber a Cruz e o ícone de Nossa Senhora”.

A declaração do padre Antônio Pedro da Conceição Monteiro, responsável pelo Setor Juventude da Diocese de Nova Iguaçu, mostra a alegria que a Diocese vive nesses dias com a passagem dos símbolos da JMJ pela região.

A Cruz e o ícone chegaram à Diocese no dia 16 de junho e permanecem até domingo, dia 23 de junho. A cada dia, os símbolos visitavam um município. Serão sete no total: Belford Roxo, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu, Queimados, Japeri e Paracambi.

Em cada cidade, uma recepção calorosa dos jovens, numa demonstração de fé e empolgação pela JMJ que já bate à porta. Hospitais, escolas, igrejas, órgãos públicos, nenhum local fica sem receber a visita da Cruz e do ícone.

“Estão sendo momentos de muita alegria e fé. Por onde passam, os jovens esperam com uma expectativa grande, todos muito ansiosos. Em cada cidade, testemunhos lindos de cada jovem ao fim de cada missa, relatando suas experiências”, relatou padre Antônio Pedro.

Desde 21 de abril, os símbolos da JMJ percorrem as dioceses do Estado do Rio de Janeiro. Eles já passaram pelas dioceses de Barra do Piraí-Volta Redonda, Valença, Nova Friburgo, Campos dos Goytacazes, Niterói, Caxias e Petrópolis e Nova Iguaçu. No domingo, 23 de junho, os símbolos serão levados para a Diocese de Itaguaí, última a acolher os símbolos peregrinos antes de eles serem levados para a Diocese e cidade-sede da JMJ, Rio de Janeiro.

Enviado por Rocélia Santos, Arquidiocese do Rio de Janeiro.