Sínodo: proposta de encíclica sobre interpretação da Bíblia

| 460 visitas

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 6 de outubro de 2008 (ZENIT.org).- Poucos depois de seu início, o Sínodo começava na manhã desta segunda-feira com uma proposta importante: o pedido ao Papa de escrever uma encíclica sobre a interpretação da Escritura, feito pelo cardeal Mark Ouellet, P.S.S., arcebispo de Québec, após constatar que em muitas ocasiões as faculdades teológicas e biblistas divergem da visão que o Magistério do Papa e dos bispos oferecem da Bíblia.

Deste modo, revelou, assiste-se a «uma fragmentação das interpretações».

«A relação interna da exegese com a fé já não é unânime e as tensões aumentam entre os exegetas, pastores e teólogos.»

«Certamente a exegese histórico-crítica se contempla cada vez mais com outros métodos, alguns dos quais se reconciliam com a tradição e a história da exegese. Mas de modo geral, depois de muitas décadas de concentração nas mediações humanas da Escritura, não seria necessário reencontrar a profundidade divina do texto inspirado, sem perder as valiosas aquisições das novas metodologias?», afirmou.

A proposta do cardeal foi a de não ver a interpretação da Bíblia como algo meramente acadêmico, pois a Palavra de Deus penetra em todas as dimensões da pessoa.

Ao mesmo tempo, segundo ele mesmo explicou aos jornalistas na Sala de Imprensa do Vaticano após pronunciar sua proposta, é necessário criar uma relação entre exegetas e teólogos com os bispos que supere as tensões, para chegar à comunhão, respeitando as atribuições de cada um.

«Seria oportuno que o Sínodo se interrogasse sobre a conveniência de uma eventual encíclica sobre a interpretação das Escrituras na Igreja», afirmou.

Após sair da sala, o cardeal Ouellet explicou aos jornalistas que já existe um documento da Comissão Bíblica Internacional sobre a interpretação das Escrituras, mas obviamente um documento do Papa teria uma autoridade e um impacto muito maiores.

Nestas semanas de trabalho se verá se os padres sinodais se unem a esta proposta de seu relator geral.