Solidariedade da Unitalsi ao padre Paolo Dall'Oglio

Missionário jesuíta pode ser expulso da Síria

| 871 visitas

ROMA, terça-feira, 29 de novembro de 2011 (ZENIT.org) – Ele é missionário na Síria há três décadas e agora corre o risco de ser expulso do país como "persona non grata". O padre Paolo Dall'Oglio, S.I., está envolvido há anos em intensa atividade pela paz e pelo diálogo inter-religioso. Por sua coragem, recebeu uma mensagem de solidariedade da Unitalsi (União Nacional Italiana de Transporte de Doentes a Lourdes e a Santuários Internacionais, na sigla em italiano).

"O padre Paolo é um verdadeiro pioneiro nas relações com o islã e por isso não vai ser abandonado", disse Salvatore Pagliuca, presidente nacional da Unitalsi, sobre a situação do padre jesuíta. Dall'Oglio é o fundador da comunidade monástica de Deir Mar Musa al-Habachi, a cerca de 80 quilômetros de Damasco.

"Em momentos de tensão”, acrescentou Dante D'Elpidio, vice-presidente nacional da Unitalsi, “precisamos dar apoio às vozes livres como a do padre Paolo, particularmente numa situação difícil como a do Oriente Médio. Nós estamos trabalhando nessa região para criar uma ponte entre as culturas, por meio de peregrinações, em especial dos jovens".