Compartilhe este artigo

Temos que nos despir da "cultura do bem-estar", que nos deixa preguiçosos, egoístas e pouco corajosos

O papa Francisco denuncia "o fascínio do provisório", que nos anestesia contra decisões definitivas como o casamento duradouro e um segundo filho Bem-estar, fascínio, riqueza. Conceitos que, na vida cotidiana, nos atraem a ponto de ser considerados valores, mas que, na vida cristã, impedem a missão fundamental: seguir Jesus Cristo. O …