Tenazes na luta pela paz: mensagem dos bispos católicos da Terra Santa no ano novo judaico

Bispos tiveram assembleia em Belém

| 956 visitas

BELÉM, terça-feira, 18 de setembro de 2012 (ZENIT.org) - Empenho para trabalhar com ainda mais determinação na promoção da justiça e da paz: este é o convite dos bispos católicos da Terra Santa, em mensagem divulgada por ocasião do ano novo judaico.

Uma recente assembleia reuniu os líderes católicos que, no contexto eclesial, são chamados de “ordinários” daquela região, isto é, os bispos diocesanos e todos aqueles que, mesmo interinamente, foram nomeados para dirigir uma comunidade equiparável a uma diocese. O conceito de “ordinários” também se aplica aos líderes católicos que, em dioceses ou comunidades, têm o poder executivo ordinário, ou seja, os vigários gerais e episcopais. O termo vale ainda para os superiores maiores de institutos religiosos clericais de direito pontifício e de sociedades clericais de vida apostólica de direito pontifício, que têm, ao menos, poder executivo ordinário, em relação aos membros das suas congregações.

Em 2012, o ano novo judaico caiu na madrugada de 16 para 17 de setembro, momento em que iniciaram os dez dias penitenciais durante os quais os judeus avaliam as próprias ações do ano que termina, pedindo perdão a Deus pelas faltas cometidas.

A assembleia plenária dos ordinários católicos de diversos ritos cuja jurisdição se encontra no território da Terra Santa, dirigindo-se “a todos os nossos irmãos e irmãs judeus”, expressa o desejo de que “o ano judaico de 5.773 seja um novo ano abençoado”. Ao rezar juntos por Israel e pelo mundo, os ordinários exortam “a trabalhar cada dia com mais coragem e tenacidade em prol da justiça e da paz, do perdão e da reconciliação”.

A assembleia plenária, que tradicionalmente se realiza a cada semestre, aconteceu na sede dos padres de Betharram,em Belém. Apósa última reunião em Nazaré, os chefes das Igrejas da Terra Santa voltaram a analisar uma série de questões sobre o futuro.

O presidente Fouad Twal, patriarca de Jerusalém dos Latinos, fez um discurso animador aos participantes, que realizaram uma série de reflexões sobre encontros internacionais recentes que também contaram com a participação dos ordinários católicos da Terra Santa. Entre eles, em particular, o Congresso Mundial da Pastoral do Turismo, o Encontro Mundial das Famílias, em Milão, e o Congresso Eucarístico Internacional, em Dublin.

O Ano da Fé, de 11 de outubro de 2012 até 24 de novembro de 2013, foi um dos temas centrais abordados. O padre David Neuhaus, vigário patriarcal da comunidade católica de idioma hebraico, ofereceu reflexões sobre a carta apostólica Porta Fidei, com que Bento XVI convoca o Ano da Fé, dando espaço para propostas e iniciativas.

Os representantes da Caritas apresentaram suas atividades na Jordânia, em Jerusalém e no Chipre. Foram abordados ainda os problemas jurídicos levantados pela Congregação para a Doutrina da Fé e a celebração da páscoa segundo o calendário juliano.

A reunião terminou com a missa de início do ano escolar, com a presença dos alunos das escolas cristãs, conjuntamente com a abertura da assembleia plenária. Em 11 de setembro, os ordinários já tinham divulgado um comunicado de felicitações pela nomeação do arcebispo Giuseppe Lazzarotto como núncio apostólico em Israel e Chipre e como delegado apostólico em Jerusalém e na Palestina. “Que o seu serviço entre nós seja uma bênção para a nossa Igreja”.