Ucrânia: televisão católica para as crianças

Clara-Studio é um projeto editorial dos padres capuchinhos

| 1401 visitas

VINNITSA, terça-feira, 26 de agosto de 2008 (ZENIT.org).- Uma comunidade de frades capuchinhos na Ucrânia realiza uma série de produções televisivas dedicadas às crianças. Os programas têm sido transmitidos também pela televisão pública do país.

O principal programa, Mistetzko Nadija (Cidade da Esperança), combina entretenimento com formação cívica e religiosa das crianças. Quem o apresenta é o frei Justin Rustin.

Trata-se, explicam os promotores, de oferecer uma alternativa de divertimento e formação para os pequenos, em um país em que estes atravessam muitas dificuldades.

Às seqüelas de Chernobyl, cujas vítimas mais indefesas foram as crianças, há que acrescentar as «crianças da rua», vítimas do abandono devido à forte desagregação familiar e as dificuldades econômicas.

A iniciativa surgiu, segundo relata o jornalista Egidio Picucci em L’Osservatore Romano, quando chegou à casa editorial Clara-Studio, com sede em Vinnitsa, dirigida por uma comunidade de frades capuchinhos procedentes de Cracóvia, a proposta de realizar um programa dedicado às crianças.

A editora Clara-Studio havia sido confiada aos frades pelo bispo de Kamyanets-Podilskyi, Dom Jan Olszanski, e estes começaram, nos anos posteriores à queda do regime comunista, com a impressão de uma revista, hoje extinta.

«A Igreja saía das catacumbas --comenta o jornalista o Pe. Rustin--, e havia temor de expor-se. Contudo, começamos, e os greco-católicos estavam de acordo conosco, e se fez algo realmente útil».

A atividade editorial foi crescendo, com vários livros de orações e folhetos. Atualmente, Clara-Studio publica, entre outros projetos, a versão ucraniana de «A Voz de Padre Pio», santo do qual há muita devoção no país, tanto entre os católicos como entre os ortodoxos.

Precisamente, a figura do santo italiano está relacionada com uma anedota a propósito da criação do estúdio de televisão de Clara-Studio: Na primavera de 1993, ao então pároco e hoje bispo de Kharkiv-Zaporizhia, Dom Stanislaw Padewski, lhe caiu das mãos uma estampa de Pe. Pio, que foi parar em uma dependência em desuso do convento.

O sacerdote disse que ali iria surgie um centro áudio-visual para dar a conhecer a figura de Padre Pio na Ucrânia. «Para dizer a verdade --comenta o hoje bispo-- não me dei conta do que havia dito, mas hoje, tal e como foram as coisas, creio que alguém me sugeriu palavras que nunca teria imaginado dizer».

Nesse outono chegou a primeira proposta da televisão local em relação a um programa infantil. Hoje, Clara-Studio produz esse programa para a televisão nacional, e documentários, entre os quais se destaca o realizado por ocasião da visita de João Paulo II ao país.