Último dia das reuniões do Conselho de Cardeais: em avaliação, a Cúria Romana

Reuniões serão retomadas em fevereiro de 2014. Avaliadas na reunião de ontem a Congregação para as Causas dos Santos, a da Educação Católica e a da Evangelização dos Povos

Roma, (Zenit.org) Salvatore Cernuzio | 363 visitas

Prosseguem na Domus Sanctae Marthae as reuniões do chamado C8, o conselho de oito cardeais criado pelo papa Francisco para auxiliá-lo no governo da Igreja. Na sessão de ontem de manhã, o papa não compareceu devido à audiência geral de todas as quartas-feiras na Praça de São Pedro, mas voltou a participar no período da tarde. O secretário de Estado, dom Pietro Parolin, também se fez presente para cumprimentar os cardeais e manifestar a sua disponibilidade para colaborar com eles.

O foco do trabalho dos cardeais é a elaboração de uma nova constituição apostólica sobre a Cúria Romana, que deverá substituir a atual Pastor Bonus.

As reuniões serão interrompidas hoje e retomadas em fevereiro de 2014. O pe. Federico Lombardi, porta-voz vaticano, comenta: "Esperamos que seja uma etapa significativa, pois teremos a terceira reunião do conselho de cardeais e o consistório".

Lombardi explicou aos jornalistas que há sempre vários departamentos da Cúria Romana no centro dos trabalhos. Ontem de manhã, por exemplo, os cardeais trataram das congregações para as Causas dos Santos, para a Educação Católica e para a Evangelização dos Povos. “Pelo menos sobre as congregações, os cardeais já fizeram as suas primeiras considerações, uma primeira rodada de reflexões”, completou o porta-voz.

Perguntado sobre a possibilidade de os cardeais se encontrarem com os chefes dos dicastérios, Lombardi explicou que o próprio papa Francisco está em constante contato com a Cúria. "O papa se reúne com os chefes dos dicastérios regularmente, com grande frequência, até, e durante sessões prolongadas. Então já existe esse canal, além da possibilidade [para os dicastérios] de apresentar documentos, pareceres, memorandos, informações por escrito, inclusive aos oito cardeais. Especialmente porque os oito cardeais repartiram entre si os principais temas a tratar e os apresentam para discussão do grupo".

Aos repórteres que pediam informações sobre os casos de abuso contra menores, o diretor da Sala de Imprensa do Vaticano disse que a Santa Sé enviou respostas sobre o seu próprio relatório anterior ao Comitê Internacional dos Direitos da Criança em Genebra. "Há perguntas, por exemplo, sobre os fatos ocorridos na Irlanda, já que a convenção opera territorialmente. A Santa Sé explicou que a competência sobre esses fatos é da Irlanda, do governo irlandês e das leis da Irlanda". De qualquer forma, as respostas estão disponíveis para o público no site oficial do Vaticano.