Um espanhol é o novo prior geral dos Agostinianos Recoletos

A eleição de Miguel Miró celebrou-se em Monachil, Espanha

| 1022 visitas

MADRI, quarta-feira, 17 de novembro de 2010 (ZENIT.org) – Acaba de ser eleito o novo prior geral da Ordem dos Agostinianos recoletos, Miguel Miró.

Os 38 agostinianos recoletos reunidos em Capítulo Geral desde 4 de outubro elegeram o religioso na quarta-feira passada, 10 de novembro.

O novo prior geral e seu conselho, formado por 6 pessoas da Espanha, México, Filipinas e Colômbia, serão responsáveis por colocar em prática as diretrizes propostas pelo Capítulo Geral para os próximos seis anos da Ordem. Miró sucede a Javier Guerra Ayala, que esteve à frente da instituição nos últimos doze anos.

Miguel Miró, de 61 anos, nasceu em Vinebre, Tarragona. Antes de entrar para a Ordem formou-se como arquiteto na Universidade de Barcelona. Em 1975 professou seus primeiros votos e, três anos depois, foi ordenado sacerdote em Lodosa, Navarra.

Formou-se em Teologia Espiritual pela Universidade Gregoriana de Roma e dedicou-se, quase toda sua vida, a tarefas de governo e formação na congregação. Desde o último capítulo geral, vivia na capital italiana como Vigário Geral da Ordem.

A Ordem dos Agostinianos Recoletos (OAR) nasce durante a reforma que viveu a Igreja no século XVI. Atualmente os agostinianos recoletos se organizam em oito províncias religiosas presentes em 19 países, com 195 comunidades. Conta com 1.136 religiosos, entre eles, 20 bispos; atendendo 184 paróquias 50 centros educativos e universitários, com 75.000 alunos. Estão presentes também em territórios de missão na África, América e Ásia.