Um jeito diferente de acolher as crianças na missa

Coluna de orientação catequética aos cuidados de Rachel Lemos Abdalla

Campinas, (Zenit.org) Rachel Lemos Abdalla | 1738 visitas

Segundo os últimos Documentos de Catequese da Igreja, a preocupação atual está focada nos jovens e adultos que foram catequizados, mas não foram evangelizados, ou seja, não tiveram um encontro com a pessoa de Jesus Cristo que transforma e dá novo sentido à vida. Porém, a catequese infantil sempre foi e será uma de suas principais atividades.

A psicologia prova que os sete ou oito primeiros anos são fundamentais no desenvolvimento humano, pois neste período se dá a formação psicológica da criança que é desenvolvida juntamente com o caráter, a personalidade, a afetividade e os valores que servirão de base para o modo de agir durante toda a sua vida. E, a espiritualidade cristã se encontra dentre os valores que, assim como todos os outros traços psicológicos ou morais, se semeados na primeira infância, formarão raízes que sustentarão a vida cristã e as intempéries do cotidiano no futuro.

Há quinze anos, o 'Pequeninos do Senhor', acreditando na importância de acolher a criança dentro da Igreja para que ela tenha esse encontro com Jesus, desde a mais tenra idade, desenvolveu um projeto de evangelização para ser aplicado durante as missas, num espaço adequado para esta atividade. O objetivo é inserir a criança na vida da Comunidade, trazendo-a para a casa do Pai, como uma extensão da sua casa, onde ela se sinta à vontade e acolhida, e cresça de mãos dadas com um Amigo, fiel e companheiro, que estará sempre ao seu lado.

Quando os pais, juntamente com seus filhos, saem de casa para celebrar o Dia do Senhor, eles estão dando os últimos passos da semana anterior, e os primeiros da semana que se inicia, tendo como apoio da caminhada, a Palavra de Deus que é transmitida, com todo o seu vigor, na Celebração do Mistério Pascal de Cristo, a Eucaristia. Por isso, é muito importante que as crianças participem da procissão de entrada da missa, à frente ou atrás do padre ou ministro da Palavra, e seja por ele acolhida, juntamente com toda a assembleia, para depois ser encaminhada para a sala de catequese.

Dentro do Projeto Pequeninos do Senhor, as crianças têm a oportunidade de ouvir a Palavra de Deus que é proclamada no domingo e para aquela semana, numa linguagem lúdica e apropriada à idade delas. O material didático Litúrgico-Catequético, Missal dos Pequeninos, é oferecido gratuitamente pelo Projeto e foi desenvolvido para que os catequistas encontrem suporte específico para acolher e falar com as crianças durante o tempo da missa, a fim de que elas possam bem compreender, assimilar e aplicar os ensinamentos de Jesus na vida. Portanto, pais e filhos, mesmo que em ambientes distintos, escutam e acolhem a Palavra de Deus para que ela caia no coração e se transforme em ação cristã.

O Pequeninos do Senhor é, pois, um serviço de evangelização da Igreja Católica que pode ser implantado em todas as Paróquias e Comunidades que se interessarem por esta catequese dos pequeninos na missa, e faz isso em obediência ao pedido de Jesus: "Vinde a mim os pequeninos e não os impeçais, por que deles é o Reino dos céus" (Mc 10,14).

*Rachel Lemos Abdalla é Fundadora e Presidente da Associação Católica Pequeninos do Senhor; Coordenadora da Catequese da Família da Paróquia Nossa Senhora das Dores em Campinas; e é membro da 'Equipe de Trabalho' do 'Ambiente Virtual de Formação' da Arquidiocese de Campinas, São Paulo – Brasil.

Site: www.pequeninosdosenhor.org

Se desejar enviar perguntas ou expressar opiniões sobre os temas tocados pela coluna organizada por Rachel Lemos Abdalla, enviar email para: contato@pequeninosdosenhor.org

Para ler o artigo anterior clique aqui.