Um prêmio para todas as mães da Europa

Movimento italiano pela Vida entrega Prêmio Europeu Teresa de Calcutá

| 758 visitas

Antonio Gaspari

ROMA, quinta-feira, 6 de dezembro de 2012 (ZENIT.org) - Chiara Corbella, Sabrina Paluzzi e mamma Irene de Nomadelfia serão as três mães homenageadas em Roma nesta segunda-feira, dia 10, pela iniciativa patrocinada e organizada pelo Movimento italiano pela Vida.

O Prêmio Europeu pela Vida “Madre Teresa de Calcutá” é concedido idealmente a todas as mães da Europa, porque, com seu amor, acolhimento e coragem, elas continuam acreditando, protegendo e perpetuando a vida.

O reconhecimento acontece no aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos (10 de dezembro de 1948), já que o direito do feto a nascer é o primeiro dos direitos humanos. A lei é a força dos fracos: as civilizações são medidas de acordo com a sua forma de se relacionar com os fracos e com os pobres. O Movimento italiano pela Vida criou o prêmio, precisamente, para recordar perante o mundo os mais frágeis dentre os seres humanos.

É um evento de caráter europeu para que a União Europeia renove o seu compromisso com a defesa da vida e dos direitos humanos no mundo. Traz o nome da Madre Teresa de Calcutá porque ela foi uma mulher europeia que se tornou cidadã do mundo, ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, presidente honorária de todos os movimentos pró-vida, mulher que acolheu e defendeu os mais pobres do mundo, a começar pelas crianças ainda não nascidas.

Em edições anteriores, o prêmio foi atribuído à memória de Jerôme Lejeune, fundador da genética moderna (2008); ao ator Eduardo Verástegui, produtor do filme Bella (2009); ao cardeal Elio Sgreccia, fundador da bioética personalista na Itália (2010); e à memória de Chiara Lubich, fundadora do Movimento dos Focolares (2011).

Na edição 2012, o prêmio será atribuído a Chiara Corbella, a mamma Irene e à associação Quercia Millenaria, presidida por Sabrina Paluzzi, por terem testemunhado de maneira heroica a coragem materna.

A entrega do prêmio acontece em conjunto com a iniciativa europeia Um de nós, a fim de ressaltar o reconhecimento ao direito à vida desde a concepção. Estarão presentes no evento os representantes dos movimentos pró-vida de vários países europeus.
A programação prevê, após os cumprimentos do prefeito de Roma, Gianni Alemanno, uma mesa redonda moderada por Marco Tarquinio, diretor do periódico Avvenire, com Roberto Colombo, UCSC, diretor do Centro de Estudos de Doenças Raras Hereditárias, de Milão; Giuseppe Noia, ginecologista e vice-presidente da associação Quercia Millenaria; e Carlo Casini, presidente na Itália do Movimento pela Vida e da Comissão de Assuntos Constitucionais do Parlamento Europeu.

Após a mesa redonda, Enrico Petrillo dará um depoimento sobre a maternidade heroica de Chiara Corbella, sua esposa falecida em junho passado, poucas semanas depois de dar à luz o pequeno Francesco, o filho que ela não quis abortar. Ao meio-dia, o prêmio em homenagem a todas as mães da Europa será entregue in memoriam a Chiara Corbella (representada pelo marido Enrico), à Quercia Millenaria (pelas mãos da presidente, Sabrina Pietrangeli Paluzzi) e a mamma Irene de Nomadelfia.

A entrega dos prêmios será feita pelo ministro italiano Andrea Riccardi. O evento terá entrada gratuita.

(Trad.ZENIT)