Unidade, eixo da oração -- em junho -- pela Jornada Mundial da Juventude 2008

São propostas intenções cada mês rumo à Austrália

| 423 visitas

SYDNEY, quinta-feira, 7 de junho de 2007 (ZENIT.org) .- A súplica pela unidade é a proposta do mês de junho na Campanha de Oração da Jornada Mundial da Juventude 2008 (JMJ), um chamado a todos os católicos do mundo.



Pede-se oração pela preparação logística e espiritual do grande evento de fé e festa que reunirá milhares de jovens do mundo em torno de Bento XVI na Austrália.

Esta iniciativa faz parte das atividades da JMJ. Para impulsioná-la, mensalmente se sugere no site da JMJ uma intenção expressada em um «Tema» e motivada com «Palavras de inspiração» e a «Intercessão da missa do Domingo».

Dá-se resposta, assim, à exortação de João Paulo II, que dizia aos jovens do mundo: «Orai e aprendei a orar! Abri vossos corações e vossas consciências ante Aquele que vos conhece melhor que vós mesmos. Falai com Ele!» (Carta Apostólica «Dilecti Amici»).

Em junho, a oração é proposta pela unidade e a orientação por todos os grupos, comitês e pessoal (da Austrália) envolvido na preparação da JMJ, em especial pelos diferentes comitês assessores e todos os que estão trabalhando em paróquias, escolas e comunidades indígenas do país.

Esta é a «Oração pela unidade» sugerida: «Pai Eterno: nós vos louvamos porque enviastes vosso Filho para ser um de nós e salvar-nos. Vede vosso povo com misericórdia, porque estamos divididos de muitas formas, e enviai vosso Espírito Santo para que faça de nós um no amor. Nós vos pedimos este dom, Pai amoroso, por Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém».

As «Palavras de inspiração» que a organização da JMJ oferece são da encíclica de Pio XII Mystic Corporis («Sobre o Corpo místico de Jesus Cristo e sobre nossa união nele com Cristo»).

«A exemplo de Cristo, também nós devemos pedir cada dia que o Senhor envie operários à sua messe» (Mt 9, 38; Lc 10,2); cada dia, a oração comum deve subir ao céu para interceder por todos os membros do místico Corpo de Jesus Cristo. Em primeiro lugar, pelos sagrados prelados, a cuja especial solicitude está confiada a própria diocese; depois os sacerdotes, e finalmente os religiosos e as religiosas [...]. Nenhum dos membros deste venerado Corpo deve ser esquecido na oração comum», escreveu Pio XII.

O então pontífice exortava também a que «especialmente se tenham presentes os que estão oprimidos pelos sofrimentos ou as angústias desta terra», ou, já falecidos, estão purificando-se; igualmente, indicava a necessidade da oração pelos catecúmenos que se preparam para o batismo.

A citada encíclica convidou fortemente a que a oração abrace na «mesma ardente caridade» os que ainda não estão na Igreja, ou os que se separaram dela. «Por isso repetimos a oração divina de nosso Salvador ao Pai celestial: 'Que todos sejam um, como tu, Pai, em mim e eu em Ti; que também eles sejam em nós uma só coisa, para que o mundo creia que Tu me enviaste'» (Jo 17, 21).

As intenções de oração na Missa dominical, propostas pela organização da JMJ para junho, são as seguintes:

- 10 de junho (Solenidade do Corpo e do Sangue do Senhor): «Oremos para que os jovens, em sua preparação para a Jornada Mundial da Juventude 2008, cresçam em uma compreensão e um desejo profundo de receber Jesus na Eucaristia e de ser sua presença no mundo».

- 17 de junho: «Oremos para que os jovens, em seu itinerário para a Jornada Mundial da Juventude 2008, se afastem do pecado e busquem a reconciliação com Deus, que é infinito amor e misericórdia».

- 24 de junho: «Oremos para que, em sua viagem à Jornada Mundial da Juventude 2008, os jovens se inspirem no exemplo de João Batista, para proclamar audazmente a mensagem do Evangelho».

«Convidamos você a unir-se em oração conosco e lhe agradecemos pela sua oração, realmente tão necessitada», expressam os organizadores.

O lema que reunirá na cidade australiana de Sydney os jovens do mundo inteiro -- de 15 a 20 de julho de 2008 -- é «Recebereis a força do Espírito Santo, que descerá sobre vós, e sereis minhas testemunhas» (Atos 1, 8).

O grande encontro católico mundial em Sydney está igualmente aberto a fiéis de todo credo ou de nenhum.

Mais informação no site plurilíngüe da JMJ: www.wyd2008.org.