Universidade Católica de Táchira é reconhecida canonicamente pelo Vaticano

Cardeal Zenon Grocholewski apresenta o decreto na Venezuela

| 794 visitas

SAN CRISTÓBAL, quarta-feira, 18 de abril de 2012 (ZENIT.org) - A Universidade Católica de Táchira foi reconhecida canonicamente pela Santa Sé mediante decreto divulgado pelo cardeal Zenon Grocholewski, prefeito da Congregação para a Educação Católica, durante a Eucaristia ao Espírito Santo, celebrada na basílica de Nossa Senhora da Consolação por ocasião dos 50 anos desse centro de ensino superior da diocese de San Cristóbal, na Venezuela.

“Estamos reunidos para agradecer ao Senhor por todo o bem que a Universidade Católica de Táchira pôde realizar, com a ajuda de Deus, durante os cinquenta anos da sua existência. Dirigimos o nosso olhar, também, ao Espírito Santo, pedindo que ele continue nos iluminando e fortalecendo os nossos passos, para podermos promover a cultura cristã no mundo de hoje mediante este centro de estudos e de ensino”, destacou o cardeal durante a homilia.

O prefeito da Congregação para a Educação Católica exortou os presentes a se deixarem guiar pela luz e pela força do Espírito Santo. “Para tornar mais eficaz e benéfica a obra desta Universidade de Táchira, é importante, a exemplo de Maria, que nós saibamos abrir a mente e o coração para esta luz e esta força. É importante nos tornarmos instrumento dessa luz e dessa força no mundo, porque o mundo de hoje precisa dessa luz e dessa força mais do que de qualquer outra coisa. Os problemas do mundo não serão solucionados com a política, com os partidos, com as eleições, com as leis, se antes não mudarmos o homem, se o homem não abrir o coração para esta benéfica luz e força”.

Participaram desta celebração eucarística o bispo de San Cristóbal, dom Mario Moronta, e o de Cúcuta, dom Julio Vidal, além dos membros do clero de Táchira, de autoridades da universidade e de fiéis do povo de Deus.

Nesta terça-feira (17), o cardeal Grocholewski apresentou a Lectio Magistralis de inauguração do I Congresso de Pesquisa Educativa, ato em que também recebeu da universidade o doutorado honoris causa em Direito.