Vaticano institui comissão para a proteção de crianças

Papa Francisco aprova comissão responsável por pastoral de apoio às vítimas de abuso e cooperação com as autoridades civis. Consistório para criação de novos cardeais será dia 20 de fevereiro

Cidade do Vaticano, (Zenit.org) Redacao | 490 visitas

O Santo Padre Francisco, continuando a linha traçada pelo Papa Emérito Bento XVI, aceitou a proposta do conselho de cardeais e decidiu criar uma comissão especial para a proteção das crianças. Também terá como objetivo aconselhar o Papa sobre o compromisso da Santa Sé na proteção das crianças, o cuidado pastoral às vítimas de abuso e a cooperação com as autoridades civis para casos existentes.

O Cardeal O'Malley, arcebispo de Boston e membro do Conselho de Cardeais, que tem se destacado por sua luta contra casos de abuso, anunciou as decisões durante uma conferência de imprensa no Vaticano, nesta manhã.

O Conselho de Cardeias, instituído por Francisco, esteve reunido em Santa Marta, desde terça-feira até esta quinta-feira, 05 de dezembro.

O cardeal afirmou que esta comissão deve estudar o estado atual do programa para a proteção de crianças e fazer sugestões para novas iniciativas da cúria em colaboração com as conferências episcopais, bispos e superiores religiosos.

Também será responsável por propor pessoas competentes para realizar estas iniciativas, incluindo leigos, religiosos e sacerdotes com experiência no serviço de proteção a crianças, e nas relações com as vítimas, sua saúde mental, e a aplicação de leis. O cardeal relatou que a composição e as funções desta nova comissão será anunciado em breve com mais detalhes pelo Santo Padre, através de um documento apropriado.

Antecipando algumas das possíveis responsabilidades desta comissão, o cardeal explicou que as orientações são para a proteção das crianças, o desenvolvimento e implementação de normas, procedimentos e estratégias para a proteção de menores e prevenção de abuso infantil, programas de formação para crianças, pais e todos aqueles que trabalham com crianças: catequistas, sacerdotes, seminaristas, etc.

Protocolos de segurança do ambiente também serão criados, além de código de conduta profissional, certificação de idoneidade para o ministério sacerdotal, cooperação com as autoridades civis, informativos sobre acusados, respeito pelos direitos civis.

Respondendo aos jornalistas, o Cardeal O'Malley explicou que a experiência dos Estados Unidos "mostra que cursos de preparação têm ajudado muito a prevenir" e que as crianças podem aprender a detectar situações de perigo. Por outro lado, esclareceu que "o assunto é estudado por vários dicastérios, que fizeram algumas recomendações, mas o nosso trabalho está apenas começando".

Em seguida, o diretor da sala de imprensa do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse que foi decidida a data para o próximo encontro que reunirá a comissão de cardeais, conhecido como G8: de 17 a 19 de Fevereiro.

Esta reunião precederá o consistório do colégio cardinalício dos dias 20 e 21 para a criação de novos cardeais em 22 de fevereiro e a solene celebração dos novos cardeais dia 23. O porta-voz do Vaticano também lembrou que está prevista reunião da secretaria do sínodo para os dias 24 e 25 de fevereiro.

(Trad.:MEM)