Vaticano prepara documento sobre a formação dos seminaristas

Congregação para a Educação Católica impulsiona um texto breve e claro

| 2586 visitas

CIDADE DO VATICANO, quarta-feira, 19 de agosto de 2009 (ZENIT.org).- O Vaticano prevê publicar um texto “breve, forte e muito claro” sobre a formação dos seminaristas, ao finalizar o Ano Sacerdotal.

Explica o secretário da Congregação vaticana para a Educação Católica, o arcebispo Jean-Louis Brugues, em uma entrevista publicada na edição diária em italiano de L’Osservatore Romano desta quarta-feira. 

Para preparar o documento, o prefeito da Congregação para a Educação Católica prevê propor, nos próximos meses, a convocatória da Comissão permanente, de membros de vários dicastérios, que se ocupa da formação dos candidatos ao sacerdócio. 

Esta Congregação, responsável da formação dos seminaristas, quer fazer compreender esta mensagem aos que se preparam para o sacerdócio: “Foste escolhido, é uma honra, sejas feliz por ser sacerdote”. 

Dom Brugues constata que “boa parte dos jovens que se apresentam às casas de formação em países como Itália, Espanha, França, Alemanha e Estados Unidos têm uma boa formação profissional, às vezes formação universitária de alto nível, mas carecem de uma cultura geral e, sobretudo, de uma cultura cristã”. 

Para contrapor isto, Dom Brugues defende um ano preparatório no início da formação dos seminaristas, assim como que a própria formação se adapte à fisionomia das novas gerações. 

Atualmente, a Congregação para a Educação Católica tem a responsabilidade de 2.700 seminários e também de 1.200 universidades católicas e 250.000 escolas católicas em todo o mundo. 

Nessas instituições, “estamos desenvolvendo uma cultura da excelência”, explica o arcebispo, “pondo especial ênfase na formação integral da pessoa, especialmente em sua dimensão espiritual, que corre o risco de ser esquecida em uma sociedade secularizada”.