Vaticano se pronuncia sobre os franciscanos da Imaculada e sobre os legionários de Cristo

Porta-voz da Santa Sé divulga informações da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada

Roma, (Zenit.org) Redacao | 1312 visitas

O diretor da assessoria de imprensa da Santa Sé, pe. Federico Lombardi, publicou nesta quarta-feira algumas informações do secretário da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e para as Sociedades de Vida Apostólica, respondendo a perguntas dos jornalistas sobre a situação dos franciscanos da Imaculada e dos legionários de Cristo.

Sobre os franciscanos da Imaculada, o porta-voz da Santa Sé informou que "o comissário, o padre Volpi, e todos os seminaristas franciscanos da Imaculada foram recebidos pelo Santo Padre no dia 10 de junho na Casa Santa Marta", em um gesto "que demonstra o interesse com que o papa Francisco acompanha a situação dos franciscanos da Imaculada e o trabalho que o comissário está realizando em nome da Congregação para a Vida Consagrada e para as Sociedades de Vida Apostólica".

O pontífice "está sendo informado pontualmente de todos os passos". Neste momento, está sendo procurada uma casa em Roma onde possam viver os frades estudantes do instituto, que frequentam uma universidade pontifícia na capital italiana.

Referindo-se aos legionários de Cristo, o padre Lombardi declarou que, "como previsto, após a celebração do capítulo geral o instituto voltou à competência da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica". Com esta etapa, encerra-se o trabalho do delegado apostólico.

"Como gesto de proximidade fraterna, o prefeito e o secretário do dicastério visitarão no dia 3 de julho a sede central dos legionários para comentar pessoalmente algumas correções que deverão ser feitas no texto das constituições apresentado ao dicastério, bem como para comunicar o nome do assistente pontifício".

As correções no texto das constituições "são poucas", precisou o porta-voz do Vaticano. Quanto à figura do assistente pontifício, “pensa-se em um religioso que conhece os legionários” e que “poderá servir como ajuda ao conselho geral em temas jurídicos e outros, conforme as necessidades”. Lombardi afirmou que "se trata de um assistente, não de um visitador nem de um comissário ou delegado", explicando que o assistente “não tem voz nem voto” e é “somente um assessor”. Sua figura, além disso, “estava prevista antes do capítulo geral”.

O governo geral dos legionários, concluiu o pe. Lombardi, "tinha ido até a Congregação [para os Institutos de Vida Consagrada] depois do capítulo geral para encontrar o prefeito e o secretário". Na ocasião, o diretor geral dos legionários manifestou o desejo de receber em sua sede o prefeito e o secretário do dicastério. "Este é o motivo pelo qual o cardeal João Braz de Aviz e o arcebispo José Rodríguez Carballo irão à sede dos legionários no dia 3 de julho", explicou Lombardi.