Venezuela: disputa eleitoral deve conduzir país a reencontro nacional

Bispos divulgam comunicado sobre próximas eleições

| 728 visitas

CARACAS, sexta-feira, 13 de julho de 2012 (ZENIT.org) - “Os resultados da disputa eleitoral deverão conduzir o país ao reencontro nacional”, afirmam os bispos da Venezuela aos eleitores, em comunicado divulgado ontem,12, arespeito da próxima eleição presidencial. O episcopado faz um “apelo a todos os venezuelanos para cooperarem com um projeto comum de nação”.

Reunidos na 98ª Assembleia Plenária Ordinária, os bispos reforçam que a eleição do presidente da República é um acontecimento de grande importância na vida de toda a sociedade e pedem que todos se conscientizem da responsabilidade de participar no processo.

A campanha eleitoral, prosseguem os bispos na mensagem, deve ser vista como um processo pedagógico, em que são apresentados projetos políticos voltados a satisfazer interesses e necessidades do povo. Isto exige que sejam abandonadas táticas eleitorais como a violência política e o “jeitinho” no uso dos recursos do Estado, além da desqualificação pessoal e das falsas promessas.

O episcopado pede garantias de que a escolha do eleitor não será adulterada, de que o segredo do voto será resguardado e de que o cidadão não encontrará obstáculos para exercer o seu direito ao voto. Os resultados devem ser divulgados em prazo razoável, já que o país dispõe de um dos melhores sistemas eleitorais do continente, com tecnologia avançada.

Outro aspecto ressaltado é o papel da Força Armada Nacional Bolivariana a serviço da nação e não de uma parcialidade política, já que ela tem o dever de garantir a constitucionalidade e o respeito pela vontade dos eleitores.

No final do comunicado, os bispos da Venezuela convidam os crentes a rezarem pelo sucesso do processo eleitoral e pela paz social e política no país.

(Trad.ZENIT)