Vídeo do hino da Jornada da Juventude de Sydney 2008 na internet

Em www.wyd2008.org

| 703 visitas

SYDNEY, quinta-feira, 5 de julho de 2007 (ZENIT.org).- Sentido teológico, compositores, intérpretes, letra, partitura e download em «mp3»: todos estes aspectos do hino da Jornada Mundial da Juventude 2008 já estão disponíveis no site oficial www.wyd2008.org.



«Receive the Power» («Recebe a força»), escrita por Guy Sepastian e Gary Pinto, é a composição escolhida -- entre 120 apresentadas -- como tema musical ou hino do grande encontro de fé e festa que jovens de todo o mundo viverão com o Papa em julho do ano que vem em Sydney (Austrália).

Sua interpretação em inglês está a cargo de Guy Sebastian e Paulini. A versão internacional do hino (com o refrão em inglês e as estrofes em italiano, espanhol e francês) inclui a interpretação, além disso, de Robert Gálea, Germán Silva e Amélia Farrugia, respectivamente.

No link http://www.wyd2008.org/index.php/es/wyd08/wyd08_song se pode conhecer esses «jovens de fé e artistas de primeira» -- descreve a organização --, assim como fazer pedidos do CD ou do DVD de «Receive the Power».

O lançamento oficial de «Receive the Power» aconteceu em 1º de julho no Tumbalong Park, de Darling Harbor.

Centro do tema musical é o lema escolhido pelo Papa para a JMJ de Sydney: «Recebereis a força do Espírito Santo, que descerá sobre vós, e sereis minhas testemunhas» (Atos 1, 8).

Para uso não comercial, a versão em inglês e a versão internacional da canção podem ser baixadas, em formato «mp3», no link antes indicado. Igualmente, está disponível a letra e a partitura -- ambas, por enquanto, na versão original -- em formato «pdf».

Em uma reflexão teológica sobre «Receive the Power», o bispo coordenador da JMJ’08, Dom Anthony Fisher, reconhece na composição duas partes: em uma, Cristo renova sua promessa de enviar o Espírito Santo e se leva a cumprimento; em outra, Cristo assinala a vida que emana desse dom: ser suas testemunhas.

Na canção, Cristo Ressuscitado se dirige aos jovens do mundo: «Aleluia, Aleluia! Recebe a força do Espírito Santo». Eles respondem: «Nós te seguiremos até os confins da terra», «Responderemos à tua vontade», «Testemunhas para sempre de tua misericórdia e amor inquebrantável».

«Este diálogo no Espírito entre Cristo e o jovem discípulo é o coração da Jornada Mundial da Juventude», sublinha o prelado australiano.

Um dos objetivos e sem dúvida frutos da JMJ é a redescoberta da riqueza da Palavra de Deus, aspecto também harmonizado no hino, pois quase toda sua letra -- constata o bispo Fisher -- procede das Escrituras.

A composição consegue também convocar uma reflexão sobre a potência do Espírito Santo na vida dos jovens, e é profundamente cristológica, porque o chamado -- por parte do Espírito -- a ser testemunhas se refere ao testemunho de Cristo.

Igualmente, trata-se de um hino «eucarístico» -- prossegue o prelado --, dado que leva «à adoração e à ação de graças». É um momento chave, pois, logicamente, o momento também mais importante de toda a JMJ é a Santa Missa com o Papa, e outro de seus frutos é uma maior devoção eucarística.

Universal (ou «católica») -- por sua convocação a jovens de toda língua e nação, e a unidade no Espírito -- e «escatológica» -- pelo horizonte futuro sem divisões entre povos --, a canção da JMJ’08 também se situa em continuidade catequética com os hinos das Jornadas precedentes, respeitando a especificidade da de Sydney, conclui Dom Fisher.