Voluntários inaugurarão 150º aniversário de Lourdes

Em uma celebração presidida pelo cardeal Cordes

| 878 visitas

ROMA, terça-feira, 4 de dezembro de 2007 (ZENIT.org).- Os voluntários abrirão as celebrações do 150º aniversário das aparições da Virgem Maria em Lourdes, em uma celebração presidida pelo novo cardeal Paul Josef Cordes.

O presidente do Conselho Pontifício «Cor Unum», órgão que coordena e promove as instituições católicas de ajuda e voluntariado no mundo, celebrará para eles a missa em 7 de dezembro, na igreja de São Pio X.

A celebração abre o jubileu, que começa oficialmente no dia seguinte, 8 de dezembro, solenidade de Maria Imaculada, e se concluirá no mesmo dia do ano seguinte.

O calendário dos doze meses, nos quais oito milhões de pessoas visitarão a cidade dos Pirineus franceses, prevê 12 missões próprias de Lourdes: entre outras, os enfermos, os excluídos, a paz, os jovens e os voluntários.

Para esta primeira iniciativa do jubileu se espera a participação de 3.500 pessoas no encontro internacional: «A Igreja em missão com os voluntários».

Em 8 de dezembro, o cardeal Cordes pronunciará, na sessão plenária do encontro, uma intervenção sobre a encíclica «Deus caritas est» e o voluntariado.

Em um comunicado de imprensa enviado à Zenit, o Conselho «Cor Unum» explica que o purpurado deixará uma mensagem em coerência com as palavras que Bento XVI dirigiu no sábado passado às organizações não-governamentais católicas do mundo.

O Papa as alentou encontrar maneiras concretas e eficazes para viver «a grande criatividade sobre a dignidade inata do homem e dos direitos que dela se derivam».

O cardeal Cordes fará que esta mensagem ressoe entre «o mundo do voluntariado que há um século e meio acompanha e compartilha a vida dos enfermos em Lourdes».

O Conselho Pontifício «Cor Unum» foi criado pelo Papa Paulo VI em 1972.