XIV Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos em preparação para 2015

Avaliadas para escolha do tema as propostas dos bispos das Igrejas Católicas Orientais sui iuris, das Conferências Episcopais, dos dicastérios e da União dos Superiores Gerais

Roma, (Zenit.org) | 496 visitas

Depois de concluir o processo pós-sinodal sobre os requisitos institucionais da XIII Assembleia Geral Ordinária, realizada em outubro de 2012 sobre A Nova Evangelização para a Transmissão da Fé Cristã, a Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos se dedica agora à preparação da XIV Assembleia Geral Ordinária, prevista para 2015.

No processo de escolha do tema da próxima assembleia, a quarta reunião do XIII Conselho Ordinário discutiu em 13 e 14 junho as propostas apresentadas pelos Sínodos dos Bispos das Igrejas Católicas Orientais sui iuris, pelas Conferências Episcopais, pelos dicastérios da Cúria Romana e pela União dos Superiores Gerais, organizações institucionalmente consultadas como colaboradoras na atividade sinodal.

Os trabalhos começaram com o discurso do Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos, dom Nikola Eterovic, que abordou o Ano da Fé e os seus eventos históricos, como a renúncia de Bento XVI ao ministério petrino e a eleição subsequente do novo bispo de Roma, o papa Francisco.

Na manhã de 13 de junho, os membros do conselho foram recebidos em audiência pelo papa, que dedicou a eles um tempo especial de conversa sobre a escolha do tema da próxima Assembleia Geral Ordinária.

Sobre a instituição sinodal, Sua Santidade afirmou que ela nasceu do Concílio Vaticano II e em cinquenta anos trouxe benefícios para a missão e para a comunhão da Igreja, como expressão da colegialidade. Este serviço é ainda mais importante atualmente. "Estamos confiantes de que o Sínodo dos Bispos viverá novos desenvolvimentos para incentivar ainda mais o diálogo e a colaboração dos bispos entre si e com o bispo de Roma".

A reunião prosseguiu em dois grupos organizados por idiomas, um em inglês e o outro em italiano, com os participantes examinando os critérios e motivações da escolha do tema da próxima assembleia, a fim de elaborar opções a ser apresentadas ao Santo Padre para a decisão final.

A quinta reunião do conselho foi marcada para 7 e 8 de outubro de 2013. Os trabalhos da reunião deste mês foram encerrados com uma oração, confiando à intercessão da Bem-Aventurada Virgem Maria, Mãe da Igreja, a futura atividade sinodal.