Último artigo da seção "Análise"

As mulheres merecem o direito de continuar sendo as únicas mulheres

Enganam-se os cultores dessa ideologia do gênero irracional que desconsidera a realidade corporal como parte da identidade humana em prejuízo da proteção à mulher.

Brasília, (Zenit.org) Paulo Vasconcelos Jacobina | 383 visitas

Uma fala que se ouve muito nos meios jurídicos acadêmicos e nas esferas jurídicas estatais éum paradoxo irracional: “o corpo é meu”, dizem alguns ideólogos, e nem a família, nem os religiosos, nem o Estado poderiam dizer a um indivíduo o que fazer com o “seu corpo”. É um absurdo afirmar que o corpo humano é algo...

leia tudo