Último artigo da seção "Entrevistas"

As vítimas do genocídio armênio foram declaradas mártires

Entrevista com o primaz armênio, Kissag Mouradian: Não se menciona nem número, nem pessoas, mas simplesmente se cita os fieis martirizados durante a Primeira Guerra Mundial, durante o genocídio

Roma, (Zenit.org) Sergio Mora | 224 visitas

Ontem, quinta-feira 23, em uma liturgia realizada na cidade de Yerevan, na sede patriarcal do Catholicosato de Echmiadzin, presidida por Karekin II, a Igreja Armênia elevou a mártires as vítimas do massacre de mais de um milhão de armênios na Turquia. Há poucos dias, o arcebispo Kissag Mouradian, primaz da Igreja A...

leia tudo